Mass Effect - Revelação

Ir em baixo

Mass Effect - Revelação

Mensagem por alancosme32 em Sab Dez 28, 2013 6:20 pm


Após ver o trailer de Jupiter Ascending fiquei com vontade de ler uma história de Space Opera. Na livraria só encontrei esse livro se enquadrando no gênero e por isso o comprei. Nem mesmo me importei com o fato de ser baseado em um game que eu nunca joguei na vida. Revelação é o primeiro romance baseado na série de jogos Mass Effect, a história se passa antes do primeiro jogo. Talvez por isso um leitor leigo no assunto, como eu, consegue entender sua trama perfeitamente. No século XXIII os seres humanos descobrem uma nave alienígena de uma raça há muito perdida escondida em Marte. A descoberta da tecnologia Prothean possibilitou a humanidade evoluir tecnologicamente como nunca antes. Graças a isso nós passamos a fazer parte de uma comunidade galáctica formada por oito raças.

A parte mais legal do romance é o prólogo, onde é explicado o efeito da descoberta da existência de vida alienígena na nossa sociedade. Outras passagens especulativas interessantes são quando o livro descreve etnias novas que surgiram no século em que se desenrola a história. Por exemplo, o personagem principal, o soldado Anderson, é descrito como sendo membro de uma etnia que surgiu da mistura de nativo-americano com outros povos que me esqueci agora. O romance também fala que o cabelo louro natural está quase extinto, já que é uma característica recessiva e a comunidade humana agora era muito miscigenada.

Como toda Space Opera o enredo se passa em mais de um planeta, algo que é justificado pela colonização humana pelo universo. A minha reclamação é que achei a quantidade de raças muito limitada, só nove. Porém nem considero isso uma falha desse mundo. É que eu devo estar mal acostumado após acompanhar sagas em mundos como os de Star Wars e Star Trek, cujo número de raças beira ao infinito. Cada raça tem características bem interessantes. Talvez pela história ser baseada em um RPG me deu a impressão que elas possuem um sistema de vantagens e desvantagens bem típica desses jogos. Tirando a humana, as mais importantes são a Turian e a Krogan. Os Krogan são uma raça guerreira quase extinta que são extremamente difíceis de matar e podem viver milhares de anos. Os Turians são seres reptilianos que possuem uma rixa com a humanidade após um evento conhecido como Guerra do Primeiro Contato.

A trama do romance é bem simples, ao soldado David Anderson é dada a missão de proteger Kahlee Sanders, a única sobrevivente de um ataque terrorista a um centro de pesquisa. Durante sua escolta ele tem que defendê-la de um mercenário Krogan e se relacionar com um Espectro Turian, cujo lado na disputa não é muito claro. Os Espectros, pelo que entendi são como cavaleiros jedis, guardiões do universo. Porém bem mais truculentos já que são partidários do uso de tortura. Por mencionar Star Wars, ao invés de se ter a Força em Mass Effect há um outro tipo de poder semi-sobrenatural que também serve para mover objetos com a mente, nesse caso a manipulação de energia escura. Esse poder é muito pouco explorado no livro, o que é uma pena já que ele parece ser interessante.

Na falta de uma boa Space Opera como Star Wars ou Star Trek até que esse livro serve para distrair, mas para ser sincero ele não me empolgou muito. Achei a trama muito simples, bem filme B, além disso ele padece do mal de muitas adaptações de games para a mídia impressa. Tem ação demais, cenas de briga e troca de tiro uma atrás da outra, como uma mudança de fases em videogame. Isso pode ser legal no Playstation, mas em livros o resultado não é tão bom assim.
avatar
alancosme32
Farrista das "Árvores Somos Nozes"
Farrista das

Mensagens : 788
Data de inscrição : 09/06/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum